Intervenção em contexto laboral

O consumo de substâncias psicoativas representa um problema social que transcende o meio laboral, contudo, manifesta-se neste contexto de forma específica, onde assume contornos importantes.

Os pressupostos da intervenção dirigida aos problemas ligados ao álcool e a outras substâncias psicoativas nos locais de trabalho considera que os consumos constituem um problema de segurança e saúde que devem ser alvo de deteção precoce e encaminhamento para tratamento, com o menor afastamento possível do local de trabalho.

Objetivo

O objetivo último desta abordagem é a melhor adaptação social do indivíduo, designadamente nas suas relações pessoais, saúde física, estabilidade emocional e familiar e na própria adaptação profissional. Pretende-se, desta forma, uma maior eficácia profissional com melhorias significativas ao nível do desempenho e do rendimento laboral.

Atividades abrangidas

O projeto conta com uma equipa multidisciplinar, especializada e experiente, que disponibiliza às empresas uma intervenção planificada com base em três níveis: preventivo, de tratamento e reinserção, que inclui as seguintes atividades

  • Ações de sensibilização, informação, educação e formação generalizadas a todos os elementos da hierarquia da empresa (construção de conhecimento do indivíduo sobre a própria segurança e saúde; promoção de mudanças de comportamentos de risco);
  • Redução dos fatores de risco e potenciação dos fatores de proteção (através da criação de uma política de segurança e saúde no âmbito do consumo de substâncias psicoativas);
  • Criação de um gabinete de assistência aos trabalhadores no âmbito do consumo de substâncias psicoativas: aconselhamento, tratamento e reabilitação;
  • Elaboração de programas de prevenção em ambiente de trabalho para reduzir o consumo nocivo de álcool e outras substâncias psicoativas (testes de despistagem).
Público-alvo

Empresas, autarquias, organizações sociais.

 

BUY NOW